RSS
YouTube
Facebook
Twitter
NOTÍCIAS

14.10.20   |   FTMRS

Pandemia do covid-19 tem pouco impacto no reajuste dos metalúrgicos do RS

Divulgação

http://www.ftmrs.org.br/images/202010141009180.jpg

Período reivindicado é de maio de 2019 a abril de 2020

O reajuste salarial dos metalúrgicos da CUT-RS é negociado, normalmente no mês de maio. Porém, neste ano atípico, a Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do RS (FTM-RS) renovou as cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) garantindo os direitos previstos e deixou as negociações sobre o reajuste salarial para novembro. Porém, o reajuste reivindicado corresponde ao período de maio de 2019 a abril de 2020, já que a data base é 1º de maio.

O presidente da FTM-RS, Lírio Segalla, ressalta que o período engloba pouco mais de um mês da pandemia do coronavírus, a segunda quinzena de março e abril. “Os impactos econômicos referente a isso serão discutidos na campanha salarial do ano que vem”, afirmou o dirigente, lembrando que a pandemia é um dos argumentos usados pelos empresários para não darem um reajuste digno.

“Os trabalhadores fizeram a sua parte para ajudar as empresas devido as incertezas causadas pela pandemia e precisam recuperar as perdas que tiveram. E esse é mais um dos motivos que os patrões precisam considerar na negociação”, ressalta Lírio.

A importância da mobilização da categoria para garantir um reajuste que reponha as perdas do período foi outro destaque feito pelo dirigente. “No Brasil, não há lei que garanta o reajuste salarial. Isso é fruto do trabalho dos sindicatos e da mobilização e união da categoria”, enfatizou.

Fonte: FTM-RS

Sindicatos filiados
Boletim informativo. Cadastre-se!
Redes sociais e Feed
RSS
YouTube
Facebook
Twitter
Abrir
Rua Voluntários da Pátria, 595, 10° andar, sala 1007
Centro - Porto Alegre - RS
51 3085.7513 - 3228.4877 - 3228.4821 - 9976.3954
ftmrs@ftmrs.org.br

Mapa de localização
© Copyright 2020 Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos RS     |     Desenvolvido por Desize